segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Français, je t'aime

Estou impaciente para as aulas de francês recomeçarem. No ano passado, viajei em novembro e, portanto, perdi as últimas semanas do curso. Isso quer dizer quase quatro meses sem entrar em uma sala de aula. E eu gosto muito de salas de aula.

Isso não quer dizer que a minha aprendizagem de francês tenha estacionado (muito). Assino uma revista feminina francesa, procuro clássicos na internet e assisto ao TV5. Esse último é bem frustrante: há programas que entendo razoavelmente (como jornais, com apresentadores de ótima dicção) e outros dos que não pesco quase nada (como filmes sem legenda). A programação não ajuda muito: 60% são noticiários. A dicção dos apresentadores é ótima, mas perco rápido o interesse nas notícias repetidas.

Na prática, isso tudo serve para aumentar um pouco o vocabulário e manter o ouvido mais ou menos treinado, mas não dá pra dizer que estou aprendendo a conjugar verbos com perfeição. Minha tese é que meu cérebro vai aprendendo a estrutura da língua, e quando chegar a hora do caderno de exercícios, tudo vai fluir mais fácil.

Segundo um livro do qual li uns pedaços (Hiperpoliglotas - o fim da Torre de Babel), as habilidades passivas de uma língua, que são ler e escutar, são mais fáceis de aprender do que as habilidades ativas, falar e escrever. A minha experiência é um pouco diferente: ler é comigo mesmo, mas não acho escutar tão fácil assim. (Já o Leo tem um ouvido ótimo.) Prefiro escrever e falar, ainda que aos trancos e barrancos.

8 comentários:

  1. Eu tô tão, mas tão apaixonada pelo francês. Disse que vinha aqui falar do curso da UnB. Gostei bastante. Gostei do livro e gostei muito da professora. Amanhã é a última prova e, como mudaram meu horário de trabalho, não vou ser obrigada a fazer AF. Continuo lá mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Então, francês não é lindo, e sonoro, e fácil de aprender?

    Que bom que você vai escapar da AF, Daniela. Ela é boa, só que é cara que dói. O seu comentário anterior me inspirou a procurar alternativas, mas a única opção cuja localização era razoável pra mim fechou. Blé.

    Mas alemão, ano que vem? Unb aos sábados, com certeza.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ludmila,
    Uma vez conversando com uma amiga das minhas dificuldades de aprender o francês, ela me falou que a professora dela de chines disse que mesmo quando não entendemos nada é muito importante ter contato com a língua e escutá-la o máximo possível, o importante nesse momento não reconhecer palavras, é simplesmente ouvir. Enquanto eu morava no Brasil e estava aprendendo francês, fazia isso que voce descreveu ver programas, ver filmes mas eu também escutava músicas. Na época eu ficava frustrada pois não entendia nada das músicas e queria cantar junto e era um horror. Mesmo assim continuei escutando, descobri muitos cantores franceses da nova geração e também artistas do Quebéc para ter o contato com a cultura e acostumar com o som da língua. Mesmo que vc não entenda bulhufas é muito importante escutar.
    A RFI Radio France Internationale, é uma boa pedida.
    Se voce quiser tenho ainda links que ajudam na aprendizagem de gramática e na pronúncia correta das palavras.
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Liliane! Bom saber que estou no caminho certo.
    Puxa, se você puder passar os links, agradeço.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Talvez vc já conheça alguns deles, mas mesmo assim seguem os links:
    http://www.surfmusic.de/country/france.html --> Rádios francófonas
    http://www.leconjugueur.com/ ---> conjugação
    http://fouineux.com/original ---> um portal com link de diversas páginas sobre assuntos variados: incluindo pesquisa na internet, gramatica, redes sociais, sites de informações em francês
    http://www2.research.att.com/~ttsweb/tts/demo.php ---> site de apoio a pronuncia ajuda para fazer ditados e para escutar a pronuncia de alguma palavra mais complicada.

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada, Liliane! Eu só conhecia o Le Conjugueur. Amei de paixão o site de pronúncia. Meus problemas acabaram!
    Beijos,
    Lud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse site de pronuncia é um amor mesmo, tem francês da frança e do Quebec... A coisa mais linda! :)

      Excluir