quinta-feira, 5 de abril de 2012

Cair no mundo - quanto custa?

A Lud já deve ter escrito aqui várias vezes: sou louco por controle financeiro. Para entender quanto curto, meus dias preferidos do ano são sempre o primeiro dia do mês. E não é apenas porque recebemos nosso salário - é porque fecho a contabilidade do mês que passou e posso passar o dia brincando com meus gráficos, comparativos e projeções.

E virada do ano? Para mim é natal de novo! Quase todo mundo que eu conheço adora virada do ano. Gostam de dormir tarde, festejar e comemorar o ano que passou e o ano que está para começar. Já eu adoro ano novo por outro motivo: é mais um ano que acaba. Ou seja, mais um ano completo para meus comparativos de gastos que começaram em 2002. Isso mesmo: ano passado completei 10 anos de controle financeiro. E cada ano eu invento uma moda nova para aprimorar ainda mais meu "prazer".

Sinceramente, acho que todo mundo tinha que fazer algo parecido. Não digo que todos devam ser como eu, que sabe até quanto gastamos o ano todo na padaria. Mas pelo menos saber o quanto entrou e o quanto e para onde (pelo menos categorizado de forma macro) saiu o rico e suado dinheirinho.

Com os planos de cair no mundo, ando que é uma alegria só. Além de me divertir planejando viagem (outro hobby que amo de paixão), gasto horas pesquisando e estimando o orçamento para o empreendimento.

Por onde começar? A internet ajuda e muito. Mas confesso que é bem frustante: o que não falta são blogs e sites com relatos de viagens, mas quase ninguém coloca os custos. Para ver uma rara exceção, clique aqui.

Soluções? Usar o histórico de viagens antigas nossas (em que nosso nível de controle é absurdo, incluindo  até o táxi de casa até o aeroporto, a garrafa de água comprada em uma vendinha em Orvieto na Itália e a esmola para um sem-teto em Bratislava), somado com um mega-hiper-gigante planejamento de viagem.

A ideia não é fazer uma viagem pelo mundo completamente engessada com passagens, hotéis e passeios já marcados e controlados com precisão militar. Pelo contrário - vamos tentar fugir desse conceito. Terei que aprender a viver de forma mais tranquila. Vamos ver se esse Leo existe dentro de mim...

Isso não me impede de planejar uma viagem hipotética para estimar os custos. E como é animador pesquisar preços para países do subcontinente indiano e do sudeste asiático!

A viagem fantasia atual começa saindo do Brasil e indo para a Turquia. De lá passa por Egito, Dubai, Nepal, Butão, Índia, Sri Lanka, Malásia, Cingapura, Camboja, Vietnã, Laos, Tailândia, Myanmar, Indonésia, Japão, Coréia do Sul, Taiwan, China, Mongólia e Rússia. Depois é brincar de morar/passear pela Europa. Já devo ter pesquisado preço de avião, trem, táxi, ônibus, camelo, elefante, lancha, barco, tudo quanto é meio de transporte possível. Estimativo de custo hoje? 74,32 dólares por pessoa/dia.

Aproveito para deixar o recado: se alguém já viajou para algum deste destinos, ou conhece alguém que viajou e esteja disposto a passar o quanto gastou para mim, é só falar. Prometo que ao final de nossa viagem disponibilizarei o mais completo guia de custos possível.

Até lá só sei que me divertirei fazendo controle orçamentário de mais 19 meses, completarei 11 anos de acompanhamento e comparativos de receitas e despesas e terei pesquisados inúmeros países e cidades. Acho que tanto talento está sendo disperdiçado no meu emprego atual...

9 comentários:

  1. Lud, Leo vocês PRECISAM ler um livro chamado Vagabonding, do Rolf Potts. Só existe em inglês, e tem que encomendar (será que tem pro kindle?) mas acho que vai ser muito bom mesmo!
    De ontem pra hoje eu li todos os posts do Ludmilismos, alguns do antigo Lud e Leo, e agora só falta Março e Abril pra eu ter lido esse daqui todo também (obsessiva, eu?).

    Tenho bastante coisa pra dizer, queria entrar em contato com vocês... mas por enquanto, acreditem na minha dica, procurem esse livro. Tem varias coisas nele que eu não gosto no aspecto mais "ideologico" da viagem, mas no aspecto pratico é perfeito. Vai ajudar no planejamento, ou pelo menos vai ser uma puta inspiração, tenho certeza (e da pra ler em um dia fá
    cil fácil)

    ResponderExcluir
  2. http://www.vagabonding.net/book/

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Muito triste em saber que em Bratislava existe sem-teto... :)
    Tenho certeza que até a data da viagem de vocês, já teremos um pré-guia completo de como dar a volta no mundo... e depois vamos encontrar com vocês na Europa quando voltarem, para pegar as dicas pós-viagem....
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Maria,

    gostei do entusiasmo! Querendo falar com a gente, é no ludmilasiqueiraarrobagmailpontocom.

    O Vagabonding é muito bom! Um clássico para quem quer sair viajando, né? Vou fazer um post sobre ele um dia desses...

    Beijos,
    Lud

    ResponderExcluir
  5. Renato,

    então tá combinado, hein? Mas se eu fosse vocês não esperava a gente ir não... 2014 tá tããão longe!

    Beijos pra você e pra Mi!

    ResponderExcluir
  6. Só fiquei curiosa pra saber que programa o Leo usa pra fazer todo esse controle orçamentário. Tô querendo começar formalmente a fazer meu orçamento doméstico. Sempre fiz, mas de maneira um pouco desorganizada, então preciso de umas dicas..rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniela, uso o Microsoft Money 2007.
      No início confesso que é bem chato de usar. mas com o tempo o software "aprende" e fica mais fácil, já que gastos repetidos são automaticamente categorizados.
      Exemplo: todo mês quando lanço o gasto com a conta de luz ou lanço a receita do salário ele sozinho joga na categoria correta.
      Depois de ter a disciplina de fazer o controle, eu diria que o mais importante é conseguir categorizar as receitas e os gastos, já que a maioria dos relatórios legais tomam por base as categorias de gastos. Se quiser te passo as categorias que usamos para ter ideia de como é.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Agradeceria muito! Não sei se o blogger salva meu email. De qualquer forma é dsansilarrobayahoopontocompontobr

    Brigada mais uma vez, Leo :-)

    ResponderExcluir