quarta-feira, 30 de maio de 2012

A aparência da gente incomoda... quem, mesmo?

Então a tia M. disse pra irmã I. que A MAIOR DECEPÇÃO DA VIDA dela era eu ter deixado de ser vaidosa.

É tão engraçado as pessoas se sentirem pessoalmente ofendidas/incomodadas/irritadas com decisões que só dizem respeito a mim e que não afetam, nadinha, a vida delas.

A irmã I. me (nos) defendeu, dizendo que a gente era inteligente, bacana, viajada, e que será que NÃO ESTAVA BOM NÃO?

Resposta da tia M.: "Ah, mas se você tiver acabada ninguém vem conversar contigo para descobrir essas coisas."

Vamos dar um desconto pra tia M. que ela é de outra geração, de uma época em que as moças tinham que esperar alguém vir conversar com elas. Mas o comentário é danado. Como se mulher tivesse data de validade - e estando feia, "acabada", não servisse mais pra nada (nem pra conversar, aparentemente).

E vocês vêem que os padrões da tia M. (e de muitas mulheres) são muito loucos. Eu sou nova (ou semi-nova? 36, rs), magra, de cabelo liso. Tudo dentro dos padrões vigentes. Se não usar maquiagem, roupa apertada e salto me deixa acabada, não sei onde vamos parar. Aí é que está o perigo das exigências a respeito das aparências femininas: elas não tem fim.

10 comentários:

  1. Li seu texto enquanto pensava nisso mesmo: as exigências não têm fim. Imagine se você fosse gorda, mais velha, mais tudo (coisa que todas um dia ficaremos)?

    Incrível isso. Tenho 26, branca, cabelo enrolado (que já dá aparência desleixada pros mais enlatados) e tive que ouvir esses dias de uma colega do trabalho: "Você é tão linda! Devia se maquiar pra vir pro trabalho!". hahahahaha.

    Até expliquei que acho a maquiagem bem lúdica e até me maquiaria sempre se não achasse que: 1) faz mal à saúde usada sempre e 2) dá trabalho DEMAIS tirar (mais do que passar) e não tô com esse tempo e essa vontade disponíveis!

    Tô com você, Lud!

    ResponderExcluir
  2. Isabella,

    é isso mesmo: então, quando ficarmos "mais" tudo, a gente faz o quê? Se mata? Ou passamos a vida em consultórios e academias (e aí vão dizer que somos umas fúteis consumistas. Não tem ganhador no jogo da aparência).

    Engraçadíssima essa sua colega de trabalho. Acho que ela quis te elogiar, né? Mas foi meio tosco, rs.

    Beijos,
    Lud

    ResponderExcluir
  3. Hahaha, diz para tal tia que, a médio prazo, todos vamos ficar acabados (e isso é bom, porque a alternativa é pior). Gostei da "maior decepção". Ela é uma sortuda, se é essa a pior decepção da vida dela. Diz pra ela que a vida pode ser bem pior.

    Mas isso não tem fim, se você se maquiasse, ia ser outra coisa, porque o cabelo não é loiro, não é comprido, não é assim, é assado, etc, etc.

    ResponderExcluir
  4. Daniela,

    também achei que, se a maior decepção da vída é essa, a coisa tá boa pro lado dela, rs.

    ResponderExcluir
  5. Lud, posso ser malvada e dizer que imaginei a tia M. sentada massagendo as joanetes doloridas, enquanto morria de inveja de vc de sapatilha na pista de dança? ;-)

    ResponderExcluir
  6. Lud, me conta uma coisa: na lista de coisas de beleza que abandonou está incluído tingir/tonalizar o cabelo? não sei se vc tem cabelos brancos ou não, mas eu tenho um monte já aos 35, e já pensei mais de uma vez em desencanar de pintar (quando eu faço reflexo quase não aparece, mas quando não faço aparece muito porque meu cabelo natural é escuro). eu adoro fazer coisas tipo maquiagem e unha, em compensação tenho pouco saco de cuidar do cabelo, e tingir é uma dessas coisas. queria saber se vc fez, e como foi.

    ResponderExcluir
  7. Eu simplesmente amei esse post. Estou eu aqui, sentada no aeroporto Santos Dumont no RJ esperando meu vôo e me acabei de rir dessa tia louca. Soltei uma gargalhada tão alta que algumas pessoas se incomodaram. Será que tb estou acabada? Kkkkkkk. Bjo. Carol.

    ResponderExcluir
  8. Camila,
    hehehe. É isso mesmo!

    Boneca,
    eu ainda não tenho cabelo branco (apareceram 2 ou 3 fios e depois desistiram, só porque eu tinha comprado um xampu especial para eles não ficarem amarelos, humpf). Acho que que não vou tingir quando tiver (http://ludmilismos.blogspot.com.br/2010/07/o-caso-dos-cabelos-de-prata.html).

    Quando viajo para fora, vejo várias mulheres chiques de cabelos brancos ou grisalhos (Christine Lagarde, oi). Acho que a manha é ter um corte bacana, para as pessoas perceberem que você QUER ter o cabelo assim.

    Dito isso, uma das minhas irmãs tem cabelo castanho e passa henna (dourada, eu acho) para os brancos. É bonito e discreto, a raiz não fica marcada, e em tese é um produto natural.

    Beijos e depois conta o que você decidiu!

    Carol,
    se você estava viajando DE AVIÃO sem salto alto e maquiagem completa, COM CERTEZA, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkk... Eu estava de sapatilha, pq salto não entra mais no meu armário, sem make up e descabelada! Pelo jeito eu estava uma ogra! Kkkkkkk Bjo.

      Excluir
  9. oi Lud, caramba, vc é sortuda, mulher! eu tenho tantos que já não dá pra fazer mais nada a respeito (aka arrancar). Pra mim nem é a questão de ser natural ou não o produto, a questão é o saco/obrigação de tingir, mesmo que seja henna, tonalizante, etc. Por isso eu prefiro fazer reflexos e virar loira - vou a cada 3 ou 4 meses no cabeleireiro e pronto. Bem mais prático (mas muito caro, e isso também anda pesando, to achando tudo isso caro demais, mesmo quando eu ganho bem. Sinto que estou jogando meu dinheiro fora). O lance é que eu acho tingir todo mês um saco, que nem depilação (meu conflito com a depilação é: odeio passar gilete, mas é mais rápido e não dói, odeio depilar com cera - por isso parei, dói demais, odeio satinelle, dói mas dura 15 dias. então alterno satinelle com gilette. mas no inverno, ainda mais quando estou solteira, não tenho ânimo pra usar satinelle não, brrr, frio e dor juntos, ninguém merece).
    Acho que a solução é o corte modernoso mesmo. como eu costumo usar cortes modernosos, acho que assim que a grana voltar a entrar com mais generosidade - e assim que passar minha apresentação de dança, que são as duas razões atuais para eu estar deixando o cabelo crescer, eu vou tacar a tesoura, fazer um corte bem moderno, e parar de uma vez de tonalizar. eu tenho só mais um tubo aqui. vou usar esse e depois chega.
    Maquiagem e fazer a unha ainda acho legal; salto alto... acho que o tempo se encarregará de diminuir o tamanho deles - eu já não uso muito, só saltinhos baixos no trabalho e um ou dois mais poderosinhos pra sair.
    sabe que só de decidir que vou parar de tingir o cabelo já me sinto mais livre? :)

    ResponderExcluir