sexta-feira, 15 de junho de 2012

Estamos praticando!

Hoje à noite a gente vai pro Rio, visitar a irmã I. Normalmente a gente voltaria do trabalho para casa, deixaria o carro, pegaria as malas e tomaria um táxi para aeroporto (felizes da vida porque aqui em Bsb o aeroporto é pertinho, e não a 1 hora de distância, como Confins). Dessa vez resolvemos utilizar o minimalismo e a economia:

1) cada um está levando só uma bolsa de mão para não precisar despachar bagagem
2) vamos de ônibus para o trabalho, levando a bagagem de uma vez
3) no fim do dia, sairemos direto do trabalho para o aeroporto. Tem o ônibus de linha e o executivo: pegamos o que passar primeiro.

É tão fácil e barato que eu não sei como não pensamos nisso antes.

15 comentários:

  1. Ahhh se todos pensassem assim e resolvessem simplificar...o mundo seria um lugar tão melhor, né...Mas o movimento está apenas começando, o futuro é minimalista!! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol,
      também tenho esperanças de um futuro menos individualista e mais minimalista. Até porque não vejo outra saída, não!

      Excluir
  2. Legal, ônibus executivo de aeroporto é bom, eu já fiz isso em curitiba meio que no susto pois fui para fazer um concurso e não sabia que o aeroporto de curitiba não era lá, mas em são josé dos pinhais e que o táxi daria uns 60 reais, dai arrisquei no ônibus e desde então sempre priorizo esse serviço, mas poucas cidades tem, só brasília e curitiba que eu saiba. Depois de linha Porto Alegre tem e é razoável se não viajar com mala, mas com mala sem condições.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colorada,
      a infraestrutura das cidades brasileiras ainda tem de melhorar muito. A gente tem de se organizar para brigar por isso, né?

      Excluir
  3. Colorada, BH também tem: http://www.conexaoaeroporto.com.br/

    Ah, só deixando claro. São malas no plural porque vamos levar coisas para a irmã I. Se não fosse isso seria mala no singular :D

    ResponderExcluir
  4. Chuif, que eu também quero visitas! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani,
      você também receberá visitas, claro! Mas me conta como está a situação na sua casa: o quarto de hóspedes não está virando o quarto do Segundinho? (Não que a gente se importe de dormir na sala.)

      Excluir
  5. Por morar em Sampa, e perto do Aeroporto Internacional, sei o quanto de transtorno existe para ir os buscar alguém por lá, por conta de um trecho TERRÍVEL da Dutra. Os executivos daqui não são funcionais, e são caros.

    Quem dera nosso sistema de transporte fosse mais eficiente.

    ResponderExcluir
  6. Lud, posso te citar em um post?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilly,
      claro que pode me citar em um post. Não precisa nem perguntar!

      Aliás, eu não costumo perguntar: cito e dou os créditos. Será que estou desobedecendo à netiqueta?

      Excluir
    2. Não, estás corretíssima.
      Só quis te avisar! rs

      beijo

      Excluir
  7. Estou adorando o Ludmilismos! Descobri ontem!
    Vou ler tudo, desde o comecinho (sim, tenho traços obsessivos) e depois passo para este aqui!

    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milene,
      puxa, obrigada! Eu também faço isso quando gosto de um blog, rs.

      Excluir
  8. São Paulo é um saco mesmo. gastei 50 pilas de táxi da minha casa pra Congonhas hoje - metade do preço da passagem de avião, que foi uma pechincha. não tem nada perto. não tem um ônibus executivo, nada. (fora que o Airport Service pra Guarulhos custa simplesmente 30 reais. sem noção)

    ResponderExcluir