quinta-feira, 19 de julho de 2012

Quanto custa um período sabático na Europa?

Ô perguntinha difícil. Primeiro porque depende de um tanto de fatores; depois porque, não importa o valor que a gente colocar aqui, tem gente que vai nos achar pobretões pão-duros e gente que vai nos achar milionários esbanjadores.

Minha tentação é deixar pra falar de dinheiros depois que tivermos voltado, até porque aí não vai ser previsão, mas balanço. Mas o povo quer saber, assim como eu também queria quando comecei a pesquisar sobre o assunto.

Resposta: é menos do que você pensa e mais do você gostaria. 

Ok, agora em números. Segundo amigos que moram em Madri,  mil euros por mês, por pessoa, cobrem aluguel, contas e jantares eventuais. Se forem 2 pessoas, o valor individual cai pra 800 (1.600 o total mensal), porque há muitas despesas que dá para dividir. 

Isso é Madri. Sevilha é um pouco mais barato; Milão, um pouco mais caro. Some a isso a passagem de avião de ida e volta, que costuma ficar em torno de mil euros/cabeça. Pronto, já dá pra fazer uma projeção de quanto custa viver na Europa, sem trabalhar, curtindo a vida adoidado. O que, na nossa versão, é passeando a pé, pegando ônibus e metrô, aproveitando os festivais de rua, frequentando bibliotecas públicas, batendo ponto em museu nos dias grátis, cozinhando em casa e consumindo os produtos da estação. Quem quer viajar todo fim de semana, fazer montes de cursos e sair pra balada vai ter de guardar mais euros no cofrinho. 

Ou seja: o valor final depende tanto do que você quer fazer quanto do que não quer.

6 comentários:

  1. Oi Lud,

    Puxa que legal essas informações!!! Isso dá um direcionamento!

    Como vc disse, pode-se gastar mais ou menos depende da pessoa...Mas dá um norte!!!

    Obrigada!!!

    Meu e-mail é jane.garcia1@gmail.com se não for incomodo gostaria de mais algumas dicas sobre esses custos!!
    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jane, o Leo está te respondendo. A parte de registro de custos é com ele mesmo!

      Excluir
  2. Oi Lud,

    me leva na mala?? - eu sei que vc ja deve ter ouvido isso pelo menos uma centena de vezes só esse mês, mas é a única coisa que eu penso qd vc fala da viagem rs -

    Adorei seu blog e agora estou frequentadora assídua... ja li quase tudo! rsrsrs Tirar esse período sabático sempre esteve na minha cabeça, mas ja aprendi que isso nao se comenta com as pessoas, pq fica todo mundo te chamando de louca - ainda mais se vc quiser ir sozinha.
    Mas bom saber que eu posso comentar com vc! rs.

    O que me deixa tranquila é que realmente custa menos do que a gente pensa, as pessoas se assustam muito quando ouvem a palavra 'Europa'.rs.

    Muito obrigada pelas dicas!

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bianca, vambora! =D
      Uma coisa que eu já aprendi sobre planos que vão na contramão do que a maior parte das pessoas acha é que é muito importante estar sempre em contato com quem pensa parecido com a gente - ainda que seja pela internet!
      Vai pensando no seu sabático aí.

      Excluir
  3. A Europa é bastante diversa, ainda mais em período de crise. Moro no interior da França e achei todos os lugares que conheci na Espanha mais baratos que aqui, então os 1600€ me parecem mais que razoáveis. Por outro lado, é muito pouco em Paris (praticamente impossível de alugar um quarto). Enfim, vocês já devem saber de tudo isso...
    Se quiserem acompanhar várias histórias de orçamentos reais, o site Rue89 tem uma seção especial, "Votre porte-monnaie au rayon X" http://www.rue89.com/rue89-eco/votre-porte-monnaie-au-rayon-x Aproveitem e treinem o francês, o site é todo muito bom!! =)
    Boa sorte com tudo!!

    ResponderExcluir
  4. Aline,
    pois é, é tão variado, né? Espanha e Portugal são mais barato mesmo. E a Alemanha também, por incrível que pareça.
    obrigadíssima pelo site!

    ResponderExcluir