sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Muitas emoções e datas flutuantes

Deu a louca e a gente decidiu ir no fim de outubro de uma vez. A empolgação parou na sala do chefe: sinto muito, outubro não dá. É janeiro mesmo.

Na verdade, racionalmente janeiro é melhor. Está tudo planejado para a gente ir embora no finzíssimo de 2012: o contrato de aluguel, que termina antes do natal, a marcação das férias para o fim de outubro, a compra das passagens pra visitar a família, a última dose das vacinas, o pagamento do seguro do carro...

Só que nossa cabeça já está lá, na nova etapa da vida. Estamos ansiosos, indóceis, impacientes. O lado negativo de planejar o futuro com muito antecedência é que chega uma hora que está tudo pronto - só fica faltando o tempo passar.

E o tempo, esse danadinho, tem um ritmo próprio e não aceita interferências.

2 comentários:

  1. Eu sempre achei que boa pawrte da festa é esperar por ela... talvez não se aplique ao caso de vocês, que já estrão esperando há um bom tempo, mas esses preparativos e essa espera são tão bons.. depois a gente lembra com uma saudade...

    ResponderExcluir
  2. ludinha, uma coisa que eu ando falando sempre nessa minha nova fase... uma coisa que a gente sempre pode contar 'e que o tempo passa : ) pra bem ou pra mal, passa. e quando a gente ve, ja' chegou! vai ser rapidinho : )

    ResponderExcluir