segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Como viver legalmente na Europa

Para minha surpresa e alegria, descobri que as pessoas não precisam ser cidadãs europeias ou estarem matriculadas em cursos para ficarem mais de três meses (o máximo permitido aos turistas) no Velho Mundo. Hoje, setembro de 2012 (a legislação pode mudar), Portugal, França e Alemanha (e provavelmente vários outros países europeus) dão autorizações de residência se você quer dar uns longos passeios por lá.

Do que você precisa? De dinheiro ("meios de subsistência") e de seguro-saúde. De iniciar o procedimento no Brasil. E de paciência para tratar com o consulado de seu país de escolha, que pode ser razoavelmente lento ou surpreendentemente ágil, dependendo das condições metereológicas e da quantidade de pessoas na fila.

A legislação sobre o assunto, assim como a documentação para cada caso, muda muito. O melhor é falar com o consulado para saber as providências necessárias. Mas a notícia boa é que dá pra fazer, sim.

Um comentário:

  1. Lud, preciso entrar em contato contigo em off. Tens meu email? nuncadizdieta@gmail.com

    ResponderExcluir